Eleições legislativas em Itália realizam-se a 4 de março

Presidente italiano Sergio Mattarella dissolveu o Parlamento esta quinta-feira.
28.12.17

As eleições legislativas em Itália vão realizar-se a 4 de março de 2018, decidiu esta quinta-feira o Governo. O Presidente italiano Sergio Mattarella assinou esta hoje um decreto para a dissolução do parlamento. 

Teme-se um período político turbulento após as eleições, perante a perspectiva de um 'parlamento pendurado'. O primeiro-ministro Gentiloni já desdramatizou a situação.

"Não devemos dramatizar a questão da instabilidade política, que é certamente um problema, mas em vez de ficarmos preocupados com esta possibilidade, devemos enfrentá-la, sabendo que estamos vacinados contra ela", afirmou lembrando que a frequente mudança de governos no país "não é um fenómeno recente e não parou o crescimento de Itália.

A decisão de dissolução do Parlamento foi comunicada após reuniões entre Mattarella e o primeiro-ministro, Paolo Gentiloni, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Laura Boldrini, e do Senado, Pietro Grasso.

Em sete décadas de democracia, a Itália já teve 64 governos.

Desde 2013, a Itália teve três primeiros-ministros: Enrico Letta, Matteo Renzi e Paolo Gentiloni, todos do Partido Democrata (PD).



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!