Parlamento Europeu aprova novas regras contra branqueamento de capitais

Proposta foi apresentada em resposta aos atentados terroristas e às revelações dos Documentos do Panamá.
19.04.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Parlamento Europeu aprovou esta quinta-feira novas regras contra o branqueamento de capitais, que inclui um acesso mais alargado do público às informações sobre os beneficiários efetivos das empresas, e medidas para fazer face aos riscos associados às moedas virtuais.

A quinta revisão da diretiva contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, aprovada hoje no Parlamento Europeu (PE), em Estrasburgo, por 574 votos a favor, 13 contra e 60 abstenções, deverá contribuir para um melhor controlo dos fluxos financeiros e para o desmantelamento de redes criminosas.

As novas regras, já acordadas com os governos nacionais, alargam a todos os cidadãos o acesso às informações sobre os beneficiários efetivos das empresas na União Europeia (UE), visando acabar com a opacidade das empresas de fachada utilizadas para fugir ao fisco e lavar dinheiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!