Washington e Bruxelas querem acordo imediato para aço e alumínio

Trump e Juncker anunciaram na quarta-feira uma trégua na guerra comercial entre os dois blocos.
26.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, afirmou esta quinta-feira que Washington e Bruxelas querem concretizar um acordo comercial, sublinhando que a prioridade é encontrar uma saída para as taxas sobre o aço e o alumínio.

"Tivemos uma longa sessão de negociação na quarta-feira. Determinámos os contornos de um acordo e agora temos de os transformar num verdadeiro acordo", declarou Mnuchin ao canal de televisão norte-americano CNBC, um dia após o encontro do presidente Donald Trump com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Numa altura em que a União Europeia (UE) está desde 1 de junho a ver aplicadas taxas de 25% às suas exportações de aço para os Estados Unidos e de 10% às de alumínio, o responsável pelas Finanças disse que "o primeiro dossiê" que deve ser resolvido é precisamente o que diz respeito a essas tarifas e às medidas europeias de represálias.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!