Largas dezenas de pessoas reclamaram justiça para Maëlys em França

Cerimónias fúnebres de Maëlys aconteceram a 2 de junho, nove meses depois do desaparecimento.
27.08.18
Largas dezenas de pessoas marcharam esta segunda-feira, em Pont-de-Beauvoisin, no centro-leste de França, em memória de Maëlys de Araújo e pediram justiça no caso do alegado homicídio da menina lusodescendente, que desapareceu há precisamente um ano.

Vestidas com t-shirts brancas com fotografias impressas da lusodescendente e a segurar imagens da menina com a legenda "Justiça para a Maëlys", cerca de 250 pessoas largaram balões brancos em frente ao local de onde desapareceu, como foi o caso de Manuel Cardia Lima, conselheiro das comunidades portuguesas eleito pelas áreas consulares de Lyon e de Marselha.

"Decidi vir a esta marcha porque tenho netos da mesma idade e hoje era o dia para estar ao lado dos pais, para dar apoio e para partilhar a dor com eles. Em segundo, para representar a comunidade visto que o pai é de origem portuguesa. Estou aqui para dar força aos pais e pedir justiça para a menina", contou à Lusa Manuel Cardia Lima.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!