Aberto enigmático sarcófago com dois mil anos

Túmulo de granito foi encontrado em Alexandria, no Egito.
20.07.18
O mistério e a especulação em torno de um túmulo milenar, de granito preto, finalmente terminaram depois de ter sido aberto o sarcófago encontrado na cidade egípcia de Alexandria.

O túmulo foi analisado por especialistas do Ministério das Antiguidades depois de ser encontrado ao lado de uma cabeça, feita de um material parecido com mármore.

O túmulo estava há cerca de dois mil anos protegido por uma camada de massa entre o tampo e o caixão de pedra. O sarcófago estava localizado a quase cinco metros de profundidade e media aproximadamente 1,85 metros de altura, 2,65 de comprimento e 1,65 de largura.

Depois de aberto o túmulo, os arqueólogos encontraram água muito suja e três esqueletos humanos. De acordo com informações dadas pelo Ministério, a água, provavelmente oriunda de esgotos, terá apressado o processo de decomposição das múmias, deixando apenas os seus esqueletos.

Os especialistas avançam que os corpos encontrados pertenceriam a soldados. Um deles teria sido atingido por uma flecha que lhe causou a morte.

Nada aponta que um dos esqueletos recuperados seja de Alexandre Magno, corpo tão procurado pelos arqueólogos ao longo de centenas de anos e que se especulava que poderia estar dentro desde sarcófago enigmático.

Em declarações ao jornal britânico The Telegraph, um dos especialistas confessou expectante que "a descoberta do túmulo demonstra que um dia, quando se estiver a demolir uma vila ou uma casa, se pode encontrar a tumba de Alexandre".

Sabe-se ainda que os esqueletos serão enviados para o Museu Nacional de Alexandria.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!