Acordo com trabalhadores das administrações portuárias "respeita limites negociais"

Acordo permitiu desconvocar a greve marcada para esta segunda-feira.
Por Lusa|04.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Ministério do Mar informou esta segunda-feira que o acordo que permitiu desconvocar a greve dos trabalhadores das juntas e administrações portuárias "respeita os limites negociais" determinados pelo Governo para as diferentes negociações que ocorrem nos vários setores.

"Esta posição equilibrada a que as partes agora chegaram respeita os limites negociais determinados pelo XXI Governo Constitucional da República para as diferentes negociações que ocorrem nos vários setores e representa a retoma do dinamismo do diálogo social a todos os níveis", refere o Ministério do Mar em comunicado, adiantando que foi igualmente levantada a greve ao trabalho extraordinário iniciada em 29 de maio.

Num outro comunicado, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Administrações e Juntas Portuárias (SNTAJP) explicou que, após ter sido alcançado um acordo quanto ao desbloqueamento do processo de revisão do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), "deixou de haver fundamento para a greve declarada por este Sindicato para o período desde as 00:00 horas do dia 04 de junho até às 24:00 horas do dia 08 de junho, pelo que foi decidido proceder ao levantamento da referida greve".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!