Adolescente violada, torturada e tatuada à força choca Marrocos

População uniu-se para pedir ajuda médica e psicológica para a adolescente ao rei Mohammed VI.
29.08.18
Uma adolescente marroquina foi brutalmente violada, torturada e tatuada à força durante cerca de dois meses. A jovem de 17 anos contou a sua história na televisão nacional e chocou o país, de acordo com o jornal Independent. 

Khadija, como se apresentou, afirma que esteve presa durante cerca de dois meses e durante esse período foi violada por 12 homens, múltiplas vezes, torturada e agredida. A jovem escondeu o rosto ao contar a sua história e, agora, o país uniu-se para ajudar Khadija. 

Foi pedido ao rei Mohammed VI que intervenha para que estes indivíduos sejam devidamente condenados e para ajudar a jovem com assistência médica e psicológica. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!