Aeroporto de Lisboa ganha mais voos

Humberto Delgado ganha espaço para 48 aviões por hora, mais 10 do que atualmente.
Por Salomé Pinto|31.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Governo e as instituições que gerem o controlo de voos (NAV) e os aeroportos nacionais (ANA) vão aumentar a capacidade aérea do aeroporto de Lisboa para 48 voos por hora entre partidas e chegadas, mas só a partir de 2020, anunciou o ministro do Planeamento, Pedro Marques. Na prática, significa que Aeroporto o Humberto Delgado ganha espaço para mais 10 aviões por hora. Segue-se agora o trabalho com a ANA para "acelerar a disponibilização das condições físicas", acrescentou o ministro.
Aeroporto de Lisboa ganha mais voos

Trata-se de uma solução intermédia que visa mitigar os efeitos negativos da sobrelotação do aeroporto da Portela até à construção de uma infraestrutura complementar, projetada para o Montijo, cuja obra só deverá estar concluída em 2021, de acordo com o calendário do Executivo socialista.

O prazo para a solução Montijo poderia ficar em causa com as recentes exigências de aprofundamento do estudos de impacte ambiental pedidas pela concessionária dos aeroportos ANA, detida pelos franceses Vinci. Mas Pedro Marques garante que se "trata de um trabalho normal" e que "não irá provocar atrasos" na adaptação da base do Montijo para a aviação civil.

Quando a nova infraestrutura estiver operacional, daqui a três anos, também deverá começar a funcionar um novo sistema de navegação aérea, "o que vai permitir aumentar a capacidade conjugada da Portela e do Montijo para 72 aviões por hora", garantiu o ministro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!