Assassinadas 95 pessoas às mãos das forças de segurança indonésias

Aministia denunciou crimes.
Por Lusa|02.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Assassinadas 95 pessoas às mãos das forças de segurança indonésias
Vários attivistas pró-democracia têm sido detidos Foto Getty Images

A Amnistia Internacional denunciou esta segunda-feira o assassinato de 95 pessoas cometido pelas forças de segurança da Indonésia, entre 2010 e 2018, na remota província oriental de Papúa, cenário de um conflito separatista há décadas.

No relatório intitulado "Não te preocupes, deixa-o morrer: matando com impunidade em Papúa", a Amnistia Internacional denunciou a falta de responsabilização da polícia e do exército por estes 95 assassinato.

Pelo menos 39 vítimas perderam a vida durante atos políticos de ideologia independentista, enquanto 56 tiveram lugar quando as autoridades lidavam com protestos sociais e desordem pública, tentando deter suspeitos de crimes, ou devido a "negligências individuais", denunciou a organização.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!