António Costa reitera objetivo de redução da dívida

Primeiro-ministro reagiu, assim, ao novo máximo apontado pelo Banco de Portugal.
02.07.18
  • partilhe
  • 9
  • +
O primeiro-ministro reiterou esta segunda-feira o objetivo de prosseguir a trajetória de redução da dívida, sublinhando que a evolução é medida anualmente e não "pela conjuntura do mês", em reação ao novo máximo apontado pelo Banco de Portugal.

"O nosso objetivo é aquele que temos mantido, manter uma redução do défice, manter um saldo primário positivo e continuar a trajetória de redução da dívida, como consta do Orçamento e como consta do Programa de Estabilidade", afirmou António Costa aos jornalistas durante uma conferência de imprensa conjunta com o presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez.

O Banco de Portugal revelou hoje que dívida pública, na ótica de Maastricht, calculada de acordo com a definição utilizada no Procedimento dos Défices Excessivos, atingiu em maio um novo máximo em termos brutos, de 250,3 mil milhões de euros.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!