Ao FC Porto só faltou marcar

Equipa de Sérgio Conceição dá boas indicações a uma semana da Supertaça.
Por Sérgio Pereira Cardoso|29.07.18
  • partilhe
  • 3
  • +
O FC Porto apresentou-se para 2018/19 com muito da época passada, não pela escassez de reforços, mas mais pelo que de bom Sérgio Conceição conseguiu construir. O Newcastle veio para defender, os azuis-e-brancos aceleraram no ataque, mas esbarraram nos postes e na ineficácia. O nulo manteve-se até final.

A uma semana da Supertaça, Conceição apresentou um onze que poderá servir de base para esse encontro. Brahimi e Otávio mais por dentro e os laterais dão a largura à equipa - Maxi menos do que Alex Telles. Pelo meio, Herrera e Sérgio Oliveira têm as rotinas calibradas e trabalharam para Aboubakar desperdiçar o melhor lance da primeira parte, aos 40 minutos.

Ao intervalo, entrou Corona, que trouxe verticalidade e entusiasmo. Sérgio Oliveira, de livre, atirou uma bomba ao poste - Marega falhou a recarga -, depois Soares teve duas chances de ouro seguidas, a primeira foi na direção do guarda-redes, a segunda embateu na barra. Corona também ameaçou o golo, que acabaria por não chegar.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!