Assassino da Figueira da Foz foi amarrado à cama

José Figueiredo reagiu mal ao saber que ia ser hospitalizado.
31.08.18
  • partilhe
  • 1
  • +
José Figueiredo, o homem de 53 anos que terça-feira matou a mulher a tiro em Ervedal, Figueira da Foz, ficou agitado quando se apercebeu que iria ficar internado na Psiquiatria dos Hospitais da Universidade de Coimbra e teve de ser amarrado à cama.

Ao entrar na Urgência estava apático, fragilizado e descompensado, estado que mantinha desde que foi encontrado, na casa onde cresceu, em Quiaios, mas depois terá reagido mal porque não queria ser hospitalizado e teve de ser controlado.

Vai manter-se internado até os médicos entenderem que reúne condições para ser presente ao juiz.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!