Associação da GNR exige que profissão seja considerada de risco

APG pede "respeito pelos profissionais da GNR".
28.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A Associação dos Profissionais da GNR exigiu esta terça-feira que a profissão seja considerada de risco, depois de o combate a um incêndio em Mourão ter deixado cinco militares feridos, três dos quais em estado grave.

Considerando que não dar à GNR o estatuto de profissão de risco é "uma visão terceiro-mundista e desumanizada" das funções dos profissionais da Guarda Nacional Republicana, a associação lembra que "todas as valências da Guarda implicam risco de vida".

Num comunicado divulgado esta terça-feira, a APG pede "respeito pelos profissionais da GNR" e questiona a falta de classificação da profissão como sendo de risco.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!