Ataca namorado com espada samurai ao descobrir que ele estava no Tinder

Vítima, fã de videojogos, diz que só sobreviveu porque sabe artes marciais.
16.03.18

Uma mulher norte-americana está acusada de tentativa de homicídio depois de ter esfaqueado o namorado com uma espada samurai, tudo porque descobriu que o companheiro usava a app de encontros Tinder.

Alex Lovell, de 30 anos, deu entrada no hospital em estado crítico depois do ataque de Emily Javier, com quem o homem namorava há dois anos.

Após o ataque, em que Alex quase ficou sem uma mão, a namorada do jovem ligou "histérica a chorar" para a polícia. "Acabei de esfaquear o meu namorado. Acho que ele está morto, têm que me ajudar", disse às autoridades em pânico.

Segundo os documentos judiciais, a polícia chegou ao apartamento de Alex e descobriu-o caído no chão, inconsciente, numa poça gigantesca de sangue que cobria toda a divisão.

Emily foi detida e aguarda julgamento em prisão preventiva, sob uma fiança de 300 mil euros.

Alex, que é fã de videojogos (chega a passar 13 horas por dia a jogar), revela ao Oregon Live que apanhou "o maior susto da vida". Segundo o jovem, o ataque da namorada foi motivado depois desta ter descoberto a aplicação de encontros Tinder no telemóvel de Alex.

A polícia adianta que a jovem acabou por confessar ter encontrado arranhões nas costas do namorado e cabelos ruivos no duche, que não podia ser seus porque esta pinta o cabelo de verde. Emily diz que teve "um acesso de raiva" motivado também pelo facto de se "sentir negligenciada".

A jovem, que garante nunca ter tido intenção de matar o namorado, comprou a espada samurai numa loja e escondeu-a debaixo da cama. No início do mês, esperou que Alex se deitasse para o atacar, trespassando-o repetidamente com a lâmina.

O jovem diz que o que aprendeu com os videojogos salvou-lhe a vida. "Sei algumas coisas de artes marciais e reagi rápido. Podia ter morrido logo", conclui Alex, sem revelar se vai dar uma segunda hipótese a Emily, caso esta escape a uma condenação.

pub

pub