Atira a matar por perder em videojogo

David Katz, de 22 anos, abriu fogo da Florida após ser eliminado.
Por Ricardo Ramos|28.08.18
O atirador que no domingo matou duas pessoas e feriu outras 11 durante um torneio de videojogos na Florida, EUA, era um jogador profissional que terá ficado transtornado após ser eliminado.

David Katz, de 22 anos, estava a comportar-se "de forma estranha" desde a véspera, o primeiro dia do torneio de 'Madden 19', um jogo de futebol americano. Foi afastado na fase de grupos e recusou cumprimentar o adversário, voltando no dia seguinte "com a mesma roupa" e "um olhar estranho".

Após nova derrota, foi o ao carro buscar uma pistola com mira laser e abriu fogo. O torneio estava a ser transmitido na internet e as imagens mostram um ponto vermelho a aparecer sobre o peito de uma das vítimas mortais, Eli Clayton, de 22 anos, antes de começarem os tiros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!