Atropela mulher de propósito para a violar

Crime ocorreu na cidade de Cuiabá, capital do estado brasileiro de Mato Grosso.

Um motociclista atropelou uma mulher de propósito para depois tentar violá-la sexualmente na cidade de Cuiabá, capital do estado brasileiro de Mato Grosso. O caso aconteceu no fim de semana passado, mas só foi conhecido agora, quando a polícia conseguiu prender o homem e a vítima o reconheceu.

De acordo com a Polícia Militar de Cuiabá, o homem seguiu a vítima de perto pela rua na sua mota até chegar a um local que considerou apropriado para cometer o crime, um matagal ao lado de um condomínio residencial. Nesse momento, atirou a sua moto para cima da jovem, derrubando-a no chão.

Descendo do veículo, ele fingiu que tudo tinha sido realmente um acidente, pediu desculpa e ofereceu-se para ajudar a jovem. Porém, quando a abraçou para a ajudar a levantar, o suspeito correu com ela para o matagal, dominou-a e começou a tentar tirar-lhe a roupa.

Apesar do atropelamento e do pavor que estava a sentir, a vítima conseguiu forças nem sabe onde e lutou com o agressor, enquanto tentava gritar por socorro. Para evitar os gritos dela, o homem tapou-lhe a boca com uma das mãos, o que acabou por ajudar a vítima, que mordeu o tarado com todas as suas forças.

Com a dor, ele largou-a e a mulher fugiu a correr e depois comunicou o crime à polícia. Com a ajuda das câmaras de vídeo vigilância do condomínio ao lado do matagal, que filmaram o atropelamento e a matrícula da mota, a polícia conseguiu identificar o proprietário do veículo de duas rodas e foi a casa dele.

O homem negou tudo o que a vítima tinha contado à polícia, principalmente a tentativa de violação sexual, mas um detalhe acabou por lhe ser fatal. Na mão com que o suspeito tinha tentado tampar a boca da mulher os agentes perceberam as marcas, ainda bem nítidas, dos dentes da vítima, confirmando a versão dela, e o homem foi preso. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!