Autarca de Mação quer ‘fita do tempo’ de fogo

Em causa os meios acionados e o seu posicionamento.
Por Isabel Jordão|03.09.17
Autarca de Mação quer ‘fita do tempo’ de fogo
Os incêndios florestais deste verão reduziram 80 por cento do território do concelho de Mação a terra queimada Foto Paulo Cunha / Lusa
Autarca de Mação quer ‘fita do tempo’ de fogo
O presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, quer conhecer a ‘fita do tempo’ do incêndio que em julho destruiu mais de 18 mil hectares de floresta no concelho e exige o apuramento de responsabilidades em relação aos meios de combate usados nos vários incêndios, que consumiram 80 por cento do território do concelho.

Em comunicado divulgado ontem pelo município, o autarca adianta que pondera pedir a intervenção da Inspeção-Geral da Administração Interna no apuramento dessas responsabilidades, mas primeiro quer ver o relatório que está a ser feito, a pedido do secretário de Estado da Administração Interna.

Vasco Estrela manifesta "estranheza" por "ainda não ter sido disponibilizada a ‘fita do tempo’, pedida há mais de três semanas", do incêndio de julho, que começou na Sertã, passou o concelho de Proença-a-Nova e só foi extinto em Mação. Esse documento revela os meios acionados e os locais onde se posicionaram, bem como a sua movimentação.

O autarca acredita que houve um desvio de meios de combate da frente de fogo em Mação para outros locais, o que dificultou a extinção das chamas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!