Auto cultivo de canábis para fins medicinais definitivamente excluído

Grupo de trabalho parlamentar que debate a assunto disute esta quinta-feira as propostas de alteração.
03.05.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A possibilidade de cultivo pessoal de canábis para fins medicinais é posta definitivamente de lado nos vários projetos de lei sobre a matéria, com o grupo de trabalho parlamentar que debate a assunto a discutir esta quinta-feira as propostas de alteração.

Bloco de Esquerda (BE) e Pessoas-Animais-Natureza (PAN) tinham apresentado projetos de lei de legalização do consumo de canábis para fins medicinais nos quais se preconizava o auto cultivo. Perante a polémica e a oposição de outros grupos parlamentares os dois partidos retiraram a possibilidade de serem os doentes a cultivarem a sua droga.

De acordo com a agenda parlamentar, na reunião de hoje do grupo de trabalho serão discutidas as propostas de alteração aos projetos de lei do BE e do PAN.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!