Câmara de Lisboa reduz acesso a Monsanto para evitar "concentração de pessoas"

Medida tomada "dado o risco máximo de incêndio" naquela zona lisboeta.
Por Lusa|03.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A Câmara Municipal de Lisboa decidiu esta sexta-feira "evitar a concentração de pessoas" no Parque Florestal de Monsanto até segunda-feira, "dado o risco máximo de incêndio", tendo por isso encerrado os parques recreativos e reduzido a circulação dentro daquele espaço.

A autarquia informa em comunicado que, "em virtude do aumento das temperaturas e consequente agravamento do risco de incêndio", tomou algumas "medidas preventivas especiais", como "reduzir ao mínimo a circulação e acesso ao Parque Florestal de Monsanto" e encerrar o Parque Recreativo do Alvito, o Parque Recreativo do Alto da Serafina e o Miradouro Panorâmico de Monsanto.

O município decidiu também "cancelar a realização de eventos no interior dos espaços em regime florestal, nomeadamente um evento que estava previsto realizar-se na Tapada da Ajuda no domingo".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!