Calor tórrido pelo menos até domingo

Termómetros registaram temperaturas superiores a 40 graus em quase todo o país.
Por Francisca Genésio|03.08.18
Apesar dos avisos da Direção Geral da Saúde e do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) sobre as altas temperaturas, milhares de portugueses, de norte a sul do País, foram esta quinta-feira à praia nas horas de maior perigo, ignorando assim todos os alertas das entidades.

Na praia de Carcavelos, no concelho de Cascais, a maior afluência de pessoas registou-se entre as 13h00 e as 16h00 - período crítico no que diz respeito à exposição solar. "Utilizo sempre protetor solar, embora seja proteção baixa, de fator 6 ou 8", disse ao CM a banhista Telma Gonçalves, de 24 anos. No entanto, os especialistas defendem que para o protetor solar conseguir proteger a pele com eficácia deve ter, no mínimo, fator 30, e ser colocado várias vezes ao dia. A maioria dos banhistas refugiou-se dentro de água, durante a hora de almoço.

Alvega, no concelho de Abrantes, foi a localidade mais quente até às 17h00: 45,2ºC. Segundo o IPMA, oito locais do continente bateram recordes de temperatura: Castelo Branco (42,2), Odemira (41,9), Nelas (41,3), Anadia (43,8), Coruche (44,9), Setúbal (42,6), Alvalade (43,8) e Zambujeira (41,1).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!