Câmara da Póvoa de Varzim recusa agir contra venda de legumes na EN13

Autarca diz que "pequena venda de subsistência" é "tradição" e oferece lucros residuais.
29.08.18
Câmara da Póvoa de Varzim recusa agir contra venda de legumes na EN13
Foto CMTV
O presidente da Câmara da Póvoa de Varzim garantiu esta quarta-feira que não vai agir contra a "tradição" da venda de produtos hortícolas na Estrada Nacional (EN) 13, entre as freguesias de Aver-o-Mar e Estela.

Apesar de alguns comerciantes da área terem denunciado a situação, falando em venda ilegal, o autarca poveiro considerou que "na esmagadora maioria dos casos se trata de uma pequena venda de subsistência".

"Todos conhecemos essa realidade na EN13, já existe há décadas. Faz parte da vida dos nossos agricultores que têm culturas de subsistência, e que vendem alguns dos seus produtos, sobretudo ao fim de semana, ao lado dos campos. É algo residual", explicou Aires Pereira.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!