Câmara de Braga ilibada de responsabilidades na derrocada de muro que matou três estudantes

Destroços do muro não estão em condições para serem alvo de peritagens.
Por Fátima Vilaça|06.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A Câmara de Braga fica definitivamente ilibada das responsabilidades na derrocada do muro que, em abril de 2014, matou três estudantes da Universidade do Minho numa ação de praxe.

O Tribunal da Relação tinha, em março deste ano, ordenado a repetição do julgamento exigindo novas perícias à estrutura que ruiu. Mas a repetição pode estar comprometido pois o Laboratório Nacional de Engenharia Civil diz que as novas peritagens são "impossíveis". As três mortes podem ficar sem culpados.

No acórdão de março deste ano, o Tribunal da Relação entendia que a nova perícia devia avaliar sinais de degradação da plataforma, como a existência de fissuras ou pressão do terreno adjacente.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!