Cão polícia salva agente canino que foi esfaqueado

Animal de quatro anos de idade sobreviveu graças a uma transfusão de sangue. Caso ocorreu na Nova Zelândia.
02.06.18

Kosmo, um cão polícia de quatro anos de idade, foi esfaqueado na garganta durante um serviço por Joshua Luke Cooper, de 29 anos, na passada quinta-feira em Kaiapoi, Nova Zelândia, e só sobreviveu graças a uma transfusão de sangue de Oza, um cão patrulha.

Regan Turner, tratador de cães polícias, disse ao jornal Metro que Kosmo estava a procurar o rasto de um suposto criminoso numa propriedade rural quando o homem atacou o animal com uma faca. O oficial canino ficou com um corte de quatro centímetros que, por pouco, não atingiu a artéria carótida.

"Quando cheguei àquela área e não o consegui encontrar, eu sabia que alguma coisa tinha acontecido. Ele não foge de mim. Eu sabia que ele estava a precisar de ajuda, era só uma questão de conseguir encontrá-lo", contou o tratador ao jornal.

O animal foi levado de helicóptero para uma clínica veterinária onde recebeu a transfusão "salva-vidas" do cão polícia Oza. Kosmo foi transferido para as instalações veterinárias da polícia durante a manhã deste sábado e continua a ser acompanhado.

"O Kosmo já me salvou em diversas ocasiões e não lhe posso agradecer o suficiente pelo que fez ontem à noite. Era ele ou eu, infelizmente", disse ainda Regan ao Metro.

Oza também está a recuperar bem e recebeu três dias de repouso absoluto.

Joshua Luke Cooper não realizou nenhum apelo durante a sua primeira audiência no Tribunal Distrital de Christchurch e será ouvido novamente no dia 18 de junho.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!