Casal desvia 300 mil euros e compra um BMW

PJ acusado de branqueamento, com a mulher, bancária, que responde por mais crimes.
Por Ana Palma|02.06.18
Com a cumplicidade do marido, inspetor da Polícia Judiciária, de 48 anos, uma bancária de 45, gestora de conta num banco em Lagoa, foi acusada pelo Ministério Público (MP) de desviar mais de 300 mil euros de um casal norte-americano.

Os arguidos adquiriram um BMW no valor de mais de 60 mil euros para ‘lavar’ parte do dinheiro obtido de forma ilícita, diz o MP. O inspetor da PJ responde por branqueamento.
Casal desvia 300 mil euros e compra um BMW

De acordo com a Acusação, a que o CM teve acesso, os 300 mil euros que pertenciam aos norte-americanos foram transferidos, pela bancária, para uma conta aberta noutro banco em nome de uma tia do inspetor, em Setúbal. Daí, o dinheiro passou para uma conta dos dois arguidos, numa terceira entidade bancária.

A ex-bancária, que ainda terá retirado mais alguns milhares de euros aos norte-americanos com um cartão multibanco que conseguiu obter, responde igualmente por branqueamento, mas também por dois crimes de abuso de confiança agravado, um de falsificação de documento (na forma continuada) e por falsidade e burla informática.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!