Casal que matou e desmembrou jovens prepara-se para casar na prisão

Homicidas querem que crime sirva de inspiração à cerimónia.
06.03.18

Um homem e uma mulher, acusados de terem morto e desmembrado dois jovens em Missoula, EUA, encontram-se detidos a aguardar julgamento e, no entretanto, preparam-se para casar na prisão.

Segundo documentos judiciais, Tiffanie Pierce e Augustus Standingrock já pediram e receberam os documentos que precisam para iniciar o processo. O casal foi detido depois de terem sido encontrados os corpos de Marilyn Picket, de 15 anos, e Jackson Wiles, de 24, dentro da banheira dos dois suspeitos. Os cadáveres foram desmembrados após a morte e deixados submersos em vários químicos.

Tiffanie e Augustos foram detidos em agosto do ano passado e, desde então, que se encontram na prisão de Missoula, sob uma fiança de quase dois milhões de euros cada um.

Uma vez que os noivos se encontram presos, há uma série de obstáculos que se podem colocar à realização do casamento. Fonte policial adianta que nunca aconteceu um caso assim naquele estabelecimento prisional e que os guardas não estão preparados para uma eventual grande operação de segurança.

Para além disso, Tiffanie e Augustus foram proibidos por um juiz de terem qualquer tipo de contacto.

Mesmo assim o casal está a preparar a cerimónia. "Também lhe enviaste os papéis? Espero que estejas preparada para aceitar a Tiffanie na nossa família", escreveu Augustus numa carta enviada à mãe.

Os crimes do casal estão a inspirar a cerimónia. Os dois pediram à família que lhes enviassem a letra e o videoclipe da música ‘Meat Cleaver’ (Cutelo, em português), que refere o homicídio e desmembramento de uma mulher, para que seja o tema de entrada da noiva. O vídeo também sugere o crime de que ambos estão acusado, pelo que o tema será central na cerimónia.

No entanto, o pedido do casal ainda não foi cumprido. Os serviços prisionais não deixaram que a letra e videoclipe violentos entrassem na prisão. "O crime deste caso envolveu duas vítimas, uma delas afro-americana, tal como no vídeo, que foi desmembrada com facas e um machado e deixada dentro de uma banheira na cave", refere o guarda prisional que negou o pedido.

As autoridades referem ainda que os dois só poderão casar quando os casos de homicídio de que ambos estão acusados forem julgados em tribunal Tiffanie e Augustus, que estão ainda acusados de agressão, tentativa de homicídio, invasão de propriedade e obstrução à justiça vão ser julgados em separado. Os dois vão conhecer a sentença até ao final de 2018.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!