Sub-categorias

Notícia

Catherine Deneuve diz que protesto das mulheres "foi longe demais”

Ativistas já criticaram posição da atriz.
11.01.18
Catherine Deneuve está entre cerca de cem personalidades que assinaram uma carta aberta, publicada na terça-feira, dizendo que o "protesto legítimo contra a violência sexual", decorrente nos Estados Unidos, foi "longe demais e ameaça as liberdades sexuais conquistadas" nos últimos anos.

Na carta, a atriz, de 74 anos, defende que os homens estão a ser "injustamente" alvo de acusações de "má conduta sexual" e "devem ser livres para importunar as mulheres" e que o assédio não pode ser confundido com "engate".

As ativistas dos direitos das mulheres criticaram já a carta aberta assinada pela artista francesa. Num documento tornado público no FranceInfo.tv, os defensores das mulheres afirmam que Catherine Deneuve está a usar a exposição dos meios de comunicação para que a violência sexual pareça "normal" dentro do mundo das artes.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!