Sub-categorias

Notícia

Cavaco Silva denuncia "flagelo" da fome em Portugal

O Presidente da República, Cavaco Silva, considerou que os portugueses têm de se sentir “envergonhados” por existirem em Portugal pessoas com fome, um “flagelo” que se tem propagado pelos mais desfavorecidos de forma “envergonhada e silenciosa”.

11.12.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Cavaco Silva denuncia "flagelo" da fome em Portugal
Cavaco Silva confia na solidariedade dos portugueses quando as medidas de austeridade entrarem em vigor Foto Lusa/Miguel A. Lopes

“Nós temos de nos sentir envergonhados por estarmos no século XXI, Portugal ser uma democracia, ser um país que, apesar de tudo, está num desenvolvimento acima da média. No entanto, alguns de nós, alguns portugueses, sofrem de carência alimentar”, afirmou Cavaco Silva.

 

Aproveitou para sublinhar que apoiar os mais desfavorecidos é um “dever moral” e que a “alimentação é o direito básico do ser humano, fundamental para a sobrevivência, para a saúde e para o desenvolvimento”.

 

As declarações de Cavaco Silva foram feitas na noite de sexta-feira, durante a apresentação da campanha 'Direito à Alimentação', promovida pela Associação da Hotelaria Restauração e Similares de Portugal.

 

Cavaco Silva sublinhou que existem pessoas agora na pobreza com dificuldade em admiti-lo, por ainda há pouco tempo viverem com “algum conforto”. “Penso que esta iniciativa pode facilitar que algumas famílias suprimam a sua necessidade alimentar, que, até este momento, tinham vergonha de manifestar."

 

Quando questionado sobre o possível agravamento da situação em Janeiro, devido à entrada em vigor das medidas de austeridade, Cavaco disse confiar na solidariedade dos portugueses. Apesar de o país ser pequeno, “o coração é grande”, salientou.

 

“Não esquecemos que há pouco tempo a recolha do Banco Alimentar Contra a Fome foi a maior de sempre. Num momento de crise as pessoas sentem necessidade de manifestar a sua solidariedade em relação aqueles que sofrem”, reforçou o Presidente da República.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub