Sub-categorias

Notícia

Centenas cortam Linha do Douro

Centenas de pessoas, concentradas na estação ferroviária do Marco de Canaveses para contestar a eventual supressão da ligação a Caíde de Rei, estão a impedir três comboios de sair da estação, o que levou à intervenção da GNR.
22.04.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Centenas cortam Linha do Douro
Comissão de Utentes da Linha do Douro recusa-se a suspender o protesto, que contou com o apoio da Câmara de Baião, do Marco de Canaveses e de Amarante Foto Lusa

"Não saímos, não saímos" e "Queremos o comboio" são as palavras de ordem de centenas de populares que protestam na linha de caminho-de-ferro em frente às composições, com bandeiras pretas, impedindo-as de continuar viagem.

O presidente da Câmara do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, já apelou à desmobilização das pessoas, numa altura em que os ânimos estão exaltados, defendendo que o objectivo da concentração já foi alcançado ao alertar para a insatisfação da população perante a possível supressão pela CP das ligações, na Linha do Douro, em comboio urbano a Caíde.

Mas a Comissão de Utentes da Linha do Douro recusa-se a suspender o protesto, que contou com o apoio da Câmara de Baião, do Marco de Canaveses e de Amarante.

Na segunda-feira, os utentes, em declarações à Lusa, acusaram a CP de pretender encerrar as ligações, em comboios urbanos, entre o Marco de Canaveses e Caíde de Rei.

Também à Lusa a CP garantiu que "não existe neste momento nenhuma decisão tomada", mas admitiu que é "necessário o equilíbrio entre os níveis de procura, a oferta adequada e a sustentabilidade do serviço oferecido".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

pub