Centeno atacado da esquerda à direita

Grécia viveu “dia especial”, disse o também líder do Eurogrupo.
Por Beatriz Ferreira|21.08.18
  • partilhe
  • 1
  • +
Os elogios do presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, à saída da Grécia do terceiro programa de resgate financeiro não caíram bem nem à esquerda, nem à direita. De "lamentável"a "ridículo", o vídeo do também ministro das Finanças português suscitou críticas dentro do próprio PS.

"Hoje é um dia especial para a Grécia", começa por dizer Centeno, num vídeo publicado na rede social Twitter.




O presidente do Eurogrupo lembra a "longa e sinuosa estrada" percorrida pelos gregos nos últimos oitos anos de resgate, para depois sublinhar que "hoje, o crescimento económico melhorou, estão a ser criados novos postos de trabalho, regista-se um excedente orçamental e comercial e a economia foi reformada e modernizada".

O tom elogioso desencadeou uma onda de reações, nomeadamente entre socialistas. O deputado João Galamba reagiu prontamente, defendendo tratar-se de "um vídeo lamentável que apaga o desastre que foi o programa de ajustamento grego". Entre os partidos da geringonça, o bloquista José Gusmão considerou o vídeo "ridículo" e "insultuoso para os gregos".

À direita ouviram-se críticas do deputado social-democrata Miguel Morgado, que referiu "as duas faces" de Centeno, que "passou três anos a apoucar a saída limpa portuguesa".

Palavras mais duras vieram do ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis, para quem o vídeo "tem a estética/imoralidade da máquina de propaganda da Coreia do Norte".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!