CGTP aprova aumento do salário mínimo para os 600 euros

Congresso promete intensificação da luta nos próximos quatro anos.
Por Lusa|27.02.16
  • partilhe
  • 0
  • +
CGTP aprova aumento do salário mínimo para os 600 euros
Vista geral do XIII Congresso Nacional da CGTP-IN, no Complexo Municipal dos Desportos, no Feijó Foto José Sena Goulão/Lusa

O Congresso aprovou este sábado por maioria a carta reivindicativa da CGTP que exige, entre outras matérias, a subida do salário mínimo nacional (SMN) para os 600 euros em 2017 e a revogação imediata da sobretaxa de IRS.

De acordo com o documento, aprovado por maioria e uma abstenção, e cujas reivindicações vão vigorar no próximo mandato, a Central exige a subida do SMN e a sua evolução progressiva, com atualização a 1 de janeiro de cada ano, "sem contrapartidas para o patronato".

Da proposta, aprovada este sábado à tarde no segundo e último dia do Congresso da Inter, em Almada, constam também a exigência da diminuição da carga fiscal sobre os rendimentos do trabalho e a revogação imediata da sobretaxa do IRS, bem como o desagravamento do IVA e do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!