Condenado a nove anos por atirar ácido a jovem

Arguido, de 45 anos, foi considerado culpado de homicídio qualificado na forma tentada. Caso ocorreu em Alvor, Portimão.
Por Ana Palma|07.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Edmundo Fonseca, de 45 anos, manteve-se impávido enquanto ouvia, ontem à tarde, no Tribunal de Portimão, a sentença que o condenava a nove anos de prisão por ter lançado ácido contra a britânica Eleanor Chessel, de 29 anos, a mando do ex-namorado da vítima.

O arguido, da Madeira, respondia por homicídio qualificado na forma tentada e o coletivo deu como provado todo o conteúdo da acusação. A vítima sofreu queimaduras, em cerca de 60 por cento do corpo, e ficou bastante desfigurada.

O coletivo não deu credibilidade às afirmações do arguido, que afirmou em tribunal pensar tratar-se de urina, e não de ácido, o líquido que estava na garrafa que lançou contra a vítima. Mas Edmundo confessou parcialmente os factos, nomeadamente que agiu a mando do ex-namorado de Eleanor, Cláudio Gouveia, de 34 anos, o qual já foi condenado à pena de 12 anos de prisão, num processo separado. O crime ocorreu na noite de 6 de maio de 2017, em Alvor.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!