Sub-categorias

Notícia

Conrad Murray quer sair da cadeia

O cardiologista Conrad Murray, condenado a quatro anos de cadeia pela morte de Michael Jackson, pediu para esperar, em liberdade, pelo resultado do recurso que interpôs junto do tribunal de Los Angeles. O médico disse-se disponível para usar pulseira electrónica e pagar fiança e acrescentou, em comunicado enviado ao juiz Michael Pastor, que não deve ser considerado uma ameaça para a sociedade e que precisa de trabalhar para sustentar os seus sete filhos. Isto apesar de saber que não poderá voltar a exercer medicina e que terá de procurar trabalho noutra área.
29.01.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Conrad Murray quer sair da cadeia
Conrad Murray quer trabalhar para ajudar a sustentar os seus sete filhos. O tribunal impede-o, porém, de voltar a exercer medicina Foto Reuters

O advogado de Murray, Michael Flanagan, já protestou contra a forma, que considera desumana, como o seu constituinte tem sido tratado. Conrad Murray está isolado dos outros presos e cada vez que se encontra com os seus advogados é algemado à mesa. 

Flanagan acrescenta que Conrad Murray está muito abalado com a morte de Michael Jackson, que faleceu a 25 de Junho de 2009 de overdose de propofol, medicamento anestesiante que, segundo o tribunal, nunca lhe devia ter sido administrado em casa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub