Costa quer Orçamento com apoio do BE e PCP

Primeiro-ministro quer que todos se possam rever nas contas para 2019.
Por Salomé Pinto|11.06.18
António Costa acredita que 2019 terá um Orçamento do Estado (OE) novamente à moda da geringonça. O primeiro-ministro revelou este domingo, nos Açores, que já começou "a trabalhar" com os parceiros, BE e PCP, de forma a que "todos se possam rever no próximo Orçamento".

Sobre o risco da esquerda parlamentar chumbar a proposta, António Costa prefere "não antecipar problemas que, para já, não existem", defendendo que "se as primeiras três negociações foram difíceis, à quarta os trabalhos até serão mais fáceis", já que o Executivo conhece os métodos de trabalho dos parceiros.

Assim espera a líder do BE, Catarina Martins, que, ontem, defendeu que é importante "manter o acordo de 2015 com o Governo". Mas avisou que "seria uma desilusão se alguém abdicasse de ir mais longe", referindo-se à promessa do Executivo de contar todo o tempo de serviço dos professores para efeitos de progressão na carreira, compromisso que o BE "quer ver cumprido em 2019".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!