Marcelo espera presidência "africana forte" na CPLP após Cabo Verde

"Eu espero é que haja uma solução que dê continuidade a esta presidência, que é uma presidência forte", disse o Presidente português.
Por Lusa|17.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta terça-feira esperar que a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) tenha, a partir de 2020 uma presidência "africana forte", que dê continuidade à atual presidência de Cabo Verde.

Em declarações aos jornalistas, num hotel em Santa Maria, na ilha do Sal, Cabo Verde, onde esta terça-feira à tarde terá início a XII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a pretensão da Guiné Equatorial de assumir a presidência rotativa desta organização em 2020.

"Eu não queria também, por uma razão diplomática, estar a pronunciar-me sobre isso - diplomática, neste sentido: sobre essas matérias fala-se no quadro da cimeira, e não antes ou à margem da cimeira", começou por afirmar o chefe de Estado português.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!