Criado fundo na Austrália para ajudar cardeal George Pell acusado de pedofilia

Principal conselheiro financeiro do papa Francisco e o mais alto representante da Igreja católica na Austrália, foi intimado a comparecer diante de um tribunal de Melbourne.
Por Lusa|02.07.17
Australianos criaram um fundo para ajudar o cardeal George Pell, 'número três' do Vaticano acusado de abusos sexuais, a suportar os custos relativos à sua defesa, noticia este domingo o jornal Herald Sun.

John Roskam, diretor do Instituto para os Assuntos Públicos (IPA, na sigla em inglês), um 'think tank' conservador australiano, afirmou que aqueles que apoiam Pell abriram uma conta bancária para recolher donativos para custear os honorários dos advogados de defesa.

"Há inúmeras pessoas que querem apoiar o cardeal e dar-lhe a possibilidade de se defender", disse John Roskam, citado na edição deste domingo do Herald Sun, um diário de Melbourne.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!