Eixo Atlântico quer centro conjunto entre Portugal e Espanha para combate a incêndios

Objetivo é que "os recursos dos dois países possam intervir em situação de emergência".
19.02.18
O secretário-geral do Eixo Atlântico, Xoan Mao, defendeu esta segunda-feira a criação de um centro conjunto coordenador das emergências na fronteira de Portugal e Espanha, para que "os recursos dos dois países possam intervir em situação de emergência", como incêndios.

O combate aos incêndios tem sido uma das preocupações do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, que encomendou um relatório a peritos portugueses e galegos para, em conjunto com o Centro de Emergência da Comissão Europeia, "elaborar uma série de propostas conjuntas de prevenção dos incêndios", revelou Xoan Mao, à margem de uma conferência sobre a assembleia-geral agendada para sexta-feira na Maia.

No encontro serão debatidos, entre outros, a "agenda urbana, infraestruturas, Caminho de Santiago e alguns presidentes querem também levar o debate dos próximos fundos de coesão", contou o secretário-geral do organismo que agrega 38 municípios portugueses e galegos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!