Sub-categorias

Notícia

Elvas: Pousada mais antiga de Portugal em risco de encerrar

A Pousada de Elvas, a mais antiga de Portugal, está a atravessar "sérias dificuldades" financeiras e corre
o risco de encerrar, revelou esta quinta-feira à agência Lusa a directora geral do Grupo Pestana, Conceição Costa e Sousa.
30.06.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Elvas: Pousada mais antiga de Portugal em risco de encerrar
Foto d.r.

"Estamos a passar por sérias dificuldades, uma vez que o último ano em que tivemos saldo positivo foi em 2005, no qual obtivemos um lucro de apenas quatro mil euros. Desde então, temos vindo sempre a descer", justificou Conceição Costa e Sousa.

"Em 2006, tivemos um saldo negativo de 7 mil euros, em 2009 obtivemos 203 mil euros de prejuízo e no ano passado 170 mil euros", recordou.

As despesas correntes com a manutenção da Pousada de Elvas, segundo a mesma responsável, também têm vindo a ser cada vez mais pesadas. "Só em água e electricidade a factura anual é de 62 mil euros por ano", disse.

Quanto à taxa de ocupação a nível do alojamento, Conceição Costa e Sousa indicou que "até maio deste ano, a taxa de ocupação nos 25 quartos da pousada era de 40 por cento". "É pouco, mas subiu em relação ao ano anterior", sublinhou.

O maior problema reside ao nível da restauração e bar daquele equipamento hoteleiro. "Se a nível do restaurante e bar da pousada conseguíssemos aumentar em 15 por cento o volume de vendas já seria satisfatório", afirmou. A Pousada de Elvas tem actualmente 23 trabalhadores.

"A redução de custos que temos vindo a implementar na pousada para a sua sustentabilidade passa pela redução de pessoal, uma vez que já temos trabalhadores que foram para as Pousadas de Évora e Vila Viçosa, e através da redução dos custos diretos", explicou.

Conceição Costa e Sousa disse lamentar que a pousada mais antiga de Portugal esteja em risco de fechar, por falta de rentabilidade, mas assegurou que ainda nenhuma decisão definitiva foi tomada.

"É uma pena se a Pousada de Elvas encerrar, mas ainda não foi tomada nenhuma decisão. O Grupo Pestana tudo fará e tem vindo a fazer para evitar o encerramento. Precisamos que as pessoas, as de Elvas e não só, frequentem o restaurante e bar da pousada para lhe darmos rentabilidade", disse.

A Turismo do Alentejo já manifestou a sua preocupação junto do Grupo Pestana sobre o eventual encerramento da Pousada de Elvas. "Se o fecho se concretizar traduzirá uma perda irreparável para o turismo alentejano e para o próprio património da marca 'Pousadas de Portugal', pelo simbolismo que representa uma unidade que foi, na sua categoria, a primeira a abrir no país", escreve a Entidade Regional de Turismo, em carta enviada ao Grupo Pestana. A Turismo do Alentejo disponibiliza-se para reunir com a direção do Grupo Pestana com o objetivo de, em conjunto, serem estudadas soluções que evitem o fecho da unidade.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias