"Em nenhuma circunstância deve ser demitido o Chefe do Estado-Maior do Exército", diz Azeredo Lopes

Ministro da Defesa exortou os deputados a ficarem "contentes" com a atual chefia, a cargo de Rovisco Duarte.
07.07.17
  • partilhe
  • 3
  • +
07/07/2017Lisboa, 07 jul (Lusa) - O ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, manifestou hoje confiança no chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, afirmando que em nenhuma circunstância deve ser demitido, exortando os deputados a ficarem "contentes" com a atual chefia.

"Não deve em nenhuma circunstância ser demitido o CEME [Chefe do Estado-Maior do Exército]. Alguém com esta capacidade, pelo contrário, deviam estar muito contentes com esta chefia, com a forma como está a enfrentar os problemas e como desta forma está a ajudar Portugal", disse.

O ministro respondia ao deputado do BE João Vasconcelos na comissão parlamentar de Defesa Nacional, onde está a prestar esclarecimentos sobre o furto de material militar da base de Tancos, Vila Nova da Barquinha, Santarém.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!