Escolas livres para optar por qualquer obra de Eça

Deixa de ser obrigatório escolher entre ‘Os Maias’ e ‘A Ilustre Casa de Ramires’.
Por Bernardo Esteves|19.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Os professores de Português do Ensino Secundário vão passar a poder ensinar qualquer obra de Eça de Queiroz que entenderem, deixando de ter de escolher entre ‘Os Maias’ e ‘A Ilustre Casa de Ramires’, como consta no atual programa.

A mudança faz parte do documento Aprendizagens Essenciais, que se encontra em discussão pública até dia 27. O documento construído por associações de professores vai substituir as metas curriculares do ex-ministro da Educação Nuno Crato. Na lista de obras e textos do 11º ano é indicado apenas "um romance" de Eça , sem especificar qual.

"Numa mesma turma, um conjunto de alunos poderá ler ‘Os Maias’, outros ‘A Relíquia’ e outros ‘A Cidade e as Serras’", refere o Ministério da Educação (ME).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!