Sub-categorias

Notícia

Espinho exige ao Governo verbas para passagens de nível cativas desde 2014

Por Lusa|17.02.17
  • partilhe
  • 0
  • +

O presidente da Câmara Municipal de Espinho exigiu hoje ao Governo que liberte as verbas que vêm sendo retidas desde 2014 para a já acordada construção de passagens de nível junto ao bairro piscatório de Silvalde.

Em causa está a zona onde tem início o túnel ferroviário da Linha do Norte, que, tendo passado a subterrânea em 2008, gerou muros que vêm separando essa zona populacional do resto da cidade e deixou uma única passagem de nível para uso tanto para veículos como peões.

"A [então] REFER obrigou-se a criar aqui duas passagens desniveladas: uma superior, pedonal, e outra rodoviária, subterrânea", recordou em conferência de imprensa o presidente da autarquia, Joaquim Pinto Moreira. "O município aceitou em 2014 que as obras se iniciassem em 2016 para acabarem no início de 2017, (...) mas o Governo agora postergou a obra para 2018, o que é absolutamente inaceitável", acrescentou.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

Eduardo Dâmaso

Recato e bom senso

O ex-ministro Martins da Cruz foi à televisão pública de Angola pedir ‘recato’ e ‘bom senso’ à justiça portuguesa.

Fernanda Cachão

E o Óscar vai para...

Nesta edição dos Óscares, um iraniano foi premiado pelo melhor filme estrangeiro.

Almeida Henriques

Para todos?

Em Lisboa ou Porto, as faturas têm sido pagas por todos os cidadãos, sejam ou não beneficiários.

Manuel Maria Rodrigues

É Carnaval

Gozemos durante três dias, porque a seguir somos nós os fantoches.

pub