EUA dizem que Assad "levou a sério" aviso sobre armas químicas

Estados Unidos lançaram 58 mísseis contra Shayrat em retaliação por um ataque com armas químicas contra a localidade de Khan Sheikun.
Por Lusa|28.06.17
  • partilhe
  • 0
  • +
EUA dizem que Assad "levou a sério" aviso sobre armas químicas
Donald Trump
O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, afirmou esta quarta-feira que o presidente sírio, Bashar al-Assad, "levou a sério" a advertência do presidente norte-americano, Donald Trump, contra qualquer novo ataque com armas químicas.

Mattis sublinhou que não houve nenhum ataque químico desde que a Casa Branca publicou uma declaração, na segunda-feira à noite, ameaçando Assad de que pagaria "um pesado preço" se usasse armas químicas.

Os Estados Unidos afirmaram ter detetado intensos preparativos para o uso de armas químicas na base aérea de Shayrat.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!