Ex-primeiro ministro escocês abandona partido após acusações de assédio sexual

Alex Salmond diz que quer "evitar uma divisão interna".
Por Lusa|30.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O ex-primeiro-ministro escocês Alex Salmond anunciou na quarta-feira que vai abandonar o Partido Nacional Escocês (SNP) para "evitar uma divisão interna", uma semana depois de terem sido tornadas públicas acusações por assédio sexual.

As denúncias contra Salmond, o antigo dirigente independentista que em 2014 levou a Escócia ao limiar da independência com um referendo, foram tornadas públicas pelo jornal britânico Daily Record, na edição de 24 de agosto.

De acordo com o mesmo jornal, as acusações dizem respeito à sua conduta em 2013, durante o seu mandato como líder do Governo escocês (2007-2014), e terão sido apresentadas por dois ex-membros da sua equipa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!