Exonerado comandante dos Comandos

General Rovisco Duarte demitiu coronel Pipa Amorim.
Por Miguel Curado e Sérgio A. Vitorino|06.07.18
  • partilhe
  • 3
  • +

O coronel Pipa Amorim, comandante do Regimento de Comandos há cerca de um ano após substituir no cargo o coronel Dores Meira (devido às mortes dos recrutas Dylan Silva e Hugo Abreu), foi exonerado pelo general Rovisco Duarte.

A decisão do chefe de Estado Maior do Exército surge depois de o oficial agora demitido ter proferido um discurso na cerimónia de comemoração dos 56 anos dos Comandos, com uma declaração polémica sobre o processo judicial que julga as duas mortes no curso de Comandos: "Não podemos aceitar que estas cabalas contra os nossos militares sejam utilizadas como arma de arremesso com o objetivo de desacreditar os Comandos e o Exército, e o que estes símbolos representam".

Contactada pelo Correio da Manhã, fonte oficial do Exército desmente que a saída do coronel Pipa Amorim tenha sido uma exoneração. "Tratou-se antes de uma medida de gestão de recursos humanos", explicou.

Para o cargo de comandante dos Comandos já foi escolhido o coronel Eduardo Vieira Pombo, colocado até aqui no Estado Maior General das Forças Armadas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!