Faltam mais de 500 psicólogos nas escolas portuguesas

Ordem dos Psicólogos defende maior inclusão destes profissionais nas grandes áreas de intervenção.
27.09.16
Faltam mais de 500 psicólogos nas escolas portuguesas
O Bastonário da Ordem dos Psicólogos, Telmo Mourinho Baptista Foto Jorge Paula
O número de psicólogos por alunos nas escolas portuguesas é atualmente de 1/1.700 alunos, quando o rácio recomendado é de 1/1.000, o que significa que "faltam mais de 500 psicólogos devidamente distribuídos", disse hoje o bastonário da Ordem.

Em declarações à Lusa, o bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), Telmo Mourinho Baptista, defendeu uma maior inclusão destes profissionais nas grandes áreas de intervenção, nomeadamente na educação e saúde, registando, contudo, "movimentos de mudança" no atual paradigma.

"Tanto na área da saúde, como da educação, como nas organizações, há falta de uma presença de psicólogos que garanta uma cobertura uniforme e aceitável daquilo que deveria ser a presença dos psicólogos", disse Telmo Baptista, que falava à Lusa a propósito do 3.º Congresso da Ordem dos Psicólogos, que começa quarta-feira, no Porto.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De incolor27.09.16
    Maioria dos psicologos são uns atrasados funcionais! Precisamos é de antropologos pessoas que conhecem e estudam o ser humano desde tempos imemoriais.Psicologos somos todos.
1 Comentário
  • De incolor27.09.16
    Maioria dos psicologos são uns atrasados funcionais! Precisamos é de antropologos pessoas que conhecem e estudam o ser humano desde tempos imemoriais.Psicologos somos todos.
    Responder
     
     0
    !