Família morta durante férias em Riviera Maya

Cadáveres do casal e dos seus dois filhos menores foram encontrados no apartamento alugado.
26.03.18

Os cadáveres de uma família norte-americana foram encontrados, pelas autoridades mexicanas, num apartamento alugado para férias em Tulum, na Riviera Maya.

Kevin Sharp, de 41 anos, foi encontrado morto ao lado da esposa, de 38, e dos dois filhos, de 12 e 6 anos, numa zona residencial do complexo turístico Bahia Príncipe.

O alerta foi dado desde os Estados Unidos, por familiares que estranharam o atraso do regresso do casal a Iowa, cidade onde vivia e devia ter retornado no dia 21 de março.

Ao chegar à habitação de férias do casal, as autoridades mexicanas encontraram os cadáveres, mas uma vez que os pertences se encontravam no local e este não estava remexido, a polícia descartou imediatamente as hipóteses de homicídio ou roubo violento.

De acordo com o comunicado da procuradoria de Quintana Roo, a autópsia revelou que a morte da família foi causada por asfixia devido inalação de gases tóxicos, cuja origem ainda não determinada.

A família já estava morta há 36/48 horas quando as autoridades chegaram ao local.

O caso está a ser investigado e a origem dos gases será conhecida dentro de uma semana.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!