Família sobrevive após cerco de fogo em Monchique

Moradores fazem contas aos prejuízos em casas, carros e equipamentos agrícolas.
Por Rui Pando Gomes e José Carlos Eusébio|15.08.18
Bisavó, avó, avô, mãe e filho. Sobreviveram todos ao cerco de fogo que atingiu a casa onde vivem, na zona da Picota, em Monchique. O pesadelo da família Patrício só por milagre não se tornou numa tragédia. Dezenas de pessoas da serra algarvia começam agora a fazer contas aos prejuízos.

A família esteve cercada pelas chamas e viveu momentos de pânico. "A minha sogra, de 93 anos, e o meu neto, de 11 anos, ficaram dentro de casa enquanto eu, a minha mulher e a minha filha regávamos tudo para salvar os animais e a casa", recordou ao CM Fernando Patrício, que lembra que estiveram "dentro do fogo".

A habitação e os porcos salvaram-se mas cinco viaturas todo-o-terreno e dois quadriciclos foram queimados pelas chamas, assim como galinhas e sobreiros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!