Farmacêuticos querem contraceção de emergência apenas nas farmácias

"Na farmácia existem técnicos, existem farmacêuticos e um diretor técnico, que está lá", afirmou Ana Paula Martins.
Por Lusa|04.09.17
  • partilhe
  • 0
  • +

A Ordem dos Farmacêuticos quer voltar a ter apenas nas farmácias alguns medicamentos não sujeitos a receita médica que esta segunda-feira se vendem noutras superfícies, entre os quais a contraceção de emergência, para evitar o uso abusivo.

Em declarações à agência Lusa, a bastonária dos farmacêuticos, Ana Paula Martins, explicou que a proposta da Ordem, que deverá ser entregue ao Infarmed até final do ano, surge "não tanto pelas características farmacológicas das substâncias (...), mas pela sua utilização".

Ana Paula Martins dá como exemplo a contraceção de emergência, afirmando: "se uma jovem todas as semanas usar contraceção de emergência pode tornar-se uma questão de saúde pública".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!