Fenprof afirma que mais de 30 mil professores e educadores estão para já no desemprego

Federação diz que colocações "não resolveram os problemas de precariedade, instabilidade e injustiça que são vividos pelos docentes".
30.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) salientou esta quinta-feira que se vão manter no desemprego, para já, mais de 30 mil professores e educadores, lamentando que as colocações de docentes não resolveram os problemas de precariedade.

"Tendo em consideração o número de candidatos ao concurso externo, que havia sido divulgado pelo Ministério da Educação, manter-se-ão no desemprego, para já, mais de 30.000 professores e educadores", diz um comunicado da Fenprof.

Num comentário à publicação das listas de docentes colocados, conhecida na tarde de hoje, a Fenprof diz que estas colocações "não resolveram os problemas de precariedade, instabilidade e injustiça que são vividos pelos docentes".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!