Fenprof lamenta declarações de Mário Centeno sobre tempo de serviço

"Ministro das Finanças tem de ter mais respeito por quem trabalha, neste caso pelos professores", afirma o secretário-geral da Fenprof.
Por Lusa|23.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O secretário-geral da Fenprof considerou esta segunda-feira inaceitáveis "e quase uma provocação" as declarações do ministro das Finanças que diz não ser possível pôr em causa a sustentabilidade do Orçamento do Estado por causa da contabilização do tempo dos professores.

Numa entrevista hoje publicada no jornal Público, o ministro das Finanças, Mário Centeno, advertiu os partidos de que "não é possível pôr em causa a sustentabilidade de algo que afeta todos, só por causa" da contabilização do tempo de serviço dos professores, salientando que o Orçamento do Estado (OE) "é um exercício complexo e para todos os portugueses".

Em declarações hoje à agência Lusa, o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, sublinha que o "senhor ministro das Finanças tem de ter mais respeito por quem trabalha, neste caso pelos professores".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!