Sub-categorias

Notícia

Fenprof monta tribuna pública em frente ao Ministério da Educação

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) vai montar uma tribuna pública junto ao Ministério da Educação no dia 3 e mobilizar os docentes para concentrações, no dia 4, em frente às direcções regionais para contestar a revisão curricular.
23.04.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Fenprof monta tribuna pública em frente ao Ministério da Educação
Os professores vão montar uma 'Tribuna Pública' na avenida 5 de Outubro, em que serão feitos depoimentos de docentes, deputados e outras personalidades convidadas Foto Pedro Catarino

A revisão da estrutura curricular, que entrará em vigor em Setembro, é para a Fenprof "uma armadilha para eliminar milhares de professores das escolas".

Os professores vão contestar a medida, anunciada em versão definitiva em Março, e exigir que seja suspensa.

Além da nova estrutura curricular, os sindicatos contestam a aglomeração de escolas nos chamados mega agrupamentos e o aumento do número de alunos por turma, para um máximo de 30, do 5.º ao 12.º anos.

"Os que forem apanhados nesta teia ficarão sem horário e à mercê do desemprego ou de perigosíssimas mobilidades, que constituem uma autêntica antecâmara do desemprego", defende a Fenprof em comunicado hoje divulgado.

A estrutura sindical prevê que sejam eliminados 10 mil postos de trabalho, num sector que nos últimos anos "viu aumentar o desemprego em 225 por cento".

A Fenprof reafirma que as medidas são ditadas pelas Finanças, no sentido de poupar 102 milhões de euros.

Na próxima semana, os professores vão montar uma 'Tribuna Pública' na avenida 5 de Outubro, em que serão feitos depoimentos de docentes, deputados e outras personalidades convidadas.

Junto às direcções regionais de educação terão lugar concentrações de professores em Lisboa, Porto, Coimbra, Évora e Faro, ao final da tarde. Estas acções poderão ainda estender-se às regiões autónomas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!